Notícias / informativos


31/03/2015

Médicos explicam o que mudou nos tipos de tratamento contra o câncer

Há alguns anos, doença era muito mais temida do que é nos dias de hoje.
Bem Estar desta quarta-feira (2) falou sobre a quimioterapia e radioterapia.

 

Há alguns anos, o câncer era uma doença muito mais temida. Hoje, no entanto, o conceito é outro – com o avanço dos tratamentos e da tecnologia, a doença tornou-se muito mais curável. Como explicou o oncologista Fernando Maluf no Bem Estar desta quarta-feira (2), nos últimos 5 anos, aumentaram em 20% os casos, principalmente nos países em desenvolvimento, por causa dos hábitos e do envelhecimento da população. No entanto, como alertou o hematologista Nelson Hamerschlak, pessoas mais jovens podem também desenvolver a doença. 

Um dos principais fatores para a cura do câncer é o diagnóstico precoce - no caso do câncer de mama, por exemplo, quanto antes o tumor for detectado, maior a chance de cura e recuperação.

Depois do diagnóstico, o paciente pode precisar fazer quimioterapia, um tratamento que também mudou com o tempo - atualmente os remédios são mais evoluídos do que antes e o tratamento é personalizado para cada paciente.

A radioterapia também avançou e os novos aparelhos hoje são 300% mais precisos do que antes, ou seja, atingem exatamente a região do tumor, sem agredir uma área maior do corpo, aumentando muito as chances de sobrevivência.

Fora a quimioterapia e a radioterapia, existem ainda outras medidas que ajudam os pacientes com câncer, como o carinho, a atenção e o incentivo das pessoas ao redor.

Segundo os médicos, a fé também pode ser uma aliada extremamente importante na recuperação. Até mesmo o ambiente pode influenciar - alguns hospitais estão mais coloridos e apostam no tratamento humanizado, como mostrou a reportagem da Renata Cafardo (veja no vídeo).

Causas de câncer
Todo mundo sabe que cigarro, por exemplo, pode aumentar muito o risco de câncer. Assim como tomar sol sem nenhum tipo de proteção, o fumo e a bebida alcoólica também são possíveis causas bem conhecidas pelas pessoas.

Porém, existem alguns mitos em relação a outras causas, como por exemplo, desodorantes antitranspirantes.

No Bem Estar desta quarta-feira (2), os médicos explicaram que antitranspirantes, adoçantes, celulares, refrigerantes e ar-condicionado não causam câncer (confira a explicação no vídeo ao lado).

Dieta anticancer (Foto: Arte/G1)
Fonte: Bem Estar - G1


Assine nossa
Newsletter

Obrigado por se cadastrar!

Estrada Barão do turvo, 33 - Dorândia - Barra do Piraí/RJ - Cep: 27160-000
Telefax: (24) 2433-1231 / 2433-1847 - Celular: (24) 9 9998-9473
contato@medicalsul.com.br
Todos Direitos Reservados 2015 ® Medical Sul Equipamentos Hospitalares LTDA